marmelo

Benefícios do Marmelo

marmelo é um arbusto pertencente à família das rosáceas. Ele é o fruto do pé de marmelo (Cydonia oblonga), uma árvore de tamanho médio e natural do da Ásia Ocidental.

A fruta marmelo possui um formato semelhante ao da pera, medindo entre 7 a 12 cm de largura por 6 a 9 cm por altura. Ela tem uma coloração amarelo-dourada, característica que faz com que o marmelo seja conhecido como “pomo dourado”. Ele apresenta uma casca grosa, aveludada e ligeiramente áspera.  Sua polpa é amarelada e dura, além de ter um forte aroma.

marmelo

A mesma quase não é consumida in natura, sendo a sua polpa empregada na fabricação de doces e da famosa marmelada, um purê de marmelo cozido com açúcar.

O marmeleiro é uma planta típica de climas temperados. Chegou ao Brasil em 1532, trazido por Martim Afonso de Souza. Foi o primeiro produto que São Paulo exportou, antes mesmo do início do ciclo do café. São João do Paraíso, no sudeste brasileiro, é considerada uma referência quando se trata de doce de marmelo.

Ao longo dos anos, o marmelo fruta tem sido um símbolo da fertilidade e do amor. Isso acontece porque, na Grécia, as maçãs douradas, nome pelo qual a fruta marmelo era chamada, estavam consagradas à deusa do amor, Afrodite.

Os maiores produtores da fruta são: Turquia, China, Marrocos, Argentina, Irã, Peru, Uruguai e Chile.

Características do marmelo

A árvore que produz o marmelo; ou seja, o marmeleiro, pode chegar a atingir quatro metros de altura. Seu tronco não é reto. Além disso, ele possui uma casca áspera a qual se desprende em placas. As flores são da cor rosa ou amarela.

O fruto do marmelo mede em torno de 10 a 12 centímetros. Pode ser de cor amarelada ou esverdeada e é coberto por um tipo de penugem que normalmente desaparece na fase adulta.

Consumo e plantação de marmelo no Brasil: como comer o marmelo?

O marmelo pode ser consumido cru, assado ou cozido em compota, geleia ou pasta de marmelo. No Brasil, é consumido quase que exclusivamente na forma industrializada, para produção de marmelada.

benefícios do marmelo

Contribui para isso o fato de que há poucas plantações de marmelo em nosso país. O que se consome aqui em grande parte é importado do Uruguai e da Argentina.

Para se ter uma ideia, de acordo com o IBGE, somente dezoito cidades brasileiras fabricaram marmelo neste ano. Cidade Ocidental, em Goiás, e São João do Paraíso, Marmelópolis e Itacambira, em Minas Gerais, são as maiores cidades produtoras.

A vara de marmelo

Do marmeleiro também se extrai a vara de marmelo. Trata-se de um pedaço do galho que, no passado, foi muito utilizado para penalizar escravos ou crianças que poderiam ser consideradas rebeldes na avaliação dos pais ou dos professores.

É importante ter em conta que a utilização desse tipo de vara era tida como um castigo até mais doloroso do que outros existentes, como o cinto e a palmatória. Para se ter uma ideia, uma surra com esse tipo de vara poderia deixar quem foi agredido com marcas aparentes por uma semana ou até mais tempo.

Propriedades/Benefícios do Marmelo

Veja alguns benefícios do marmelo:

1.Hidratação

O marmelo possui baixa calorias, apenas 25 kcal a cada 100 gramas. Ele tem uma elevada quantidade de água em sua composição, ajudando a manter o corpo hidratado. Isso é muito importante para todos nós, mas favorece ainda mais aqueles que estão tentando perder peso.

2.Auxílio na digestão

A fruta possui muitas fibras solúveis e a pectina.  Elas ajudam no processo de digestão dos alimentos, prevenindo a desidratação quando ocorrem episódios de vômitos. Elas também ajudam no tratamento de doenças do estômago.

3.Controle do colesterol

O consumo desta fruta é recomendado para pessoas que têm problemas de controle no nível de colesterol. Como o marmelo é uma fonte de fibras solúveis, elas ajudam na redução da taxa de colesterol no sangue.

4.Combate o ácido úrico

O gosto amargo do marmelo se dá pela presença de ácido málico, o qual auxilia na neutralização do ácido úrico no organismo.

É importante ter em conta que o ácido úrico, em níveis elevados, causa acidentes cardiovasculares. Ele também estimula a formação de cristais que podem se localizar em várias áreas do corpo, como os rins, por exemplo.

5.Tratamento da diarreia

A grande quantidade de uma substância chamada de tanino, encontrada principalmente em suas sementes, apresenta função adstringente, sendo uma ótima opção para tratar e diarreia (para isso, deve-se comer a fruta crua).

6.Prevenção de cãibras

O marmelo é uma grande fonte de potássio, protegendo os músculos e auxiliando na prevenção de cãibras e no controle da pressão arterial.

7.Tratamento para inflamação de garganta

O marmelo também pode ser usado para a realização de gargarejos. Assim ele alivia os sintomas de inflamação de garganta. Na preparação dos gargarejos, é preciso cozinhar a fruta inteira em uma água com açúcar. Em seguida, é preciso coar e armazenar o líquido em um vidro que tenha boa vedação.

O gargarejo será feito com uma colher do líquido mais um copo de água morna.fruta marmelo

8.Prevenção ao câncer

Isso acontece porque a fruta tem propriedades antioxidantes que combatem radicais livres responsáveis pelo estresse oxidativo. É esse tipo de estresse que causa diversos tipos de câncer.

9.Auxílio para quem tem constipação

O marmelo possui grande quantidade de fibras, sendo um laxante natural. Assim ele se torna um grande auxílio para quem sofre com constipação.

É importante ter em conta que todo e qualquer alimento, se consumido em excesso, pode trazer prejuízo para a saúde. No caso específico do marmelo, como ele geralmente não é consumido in natura e sim na forma de doces e compotas, as pessoas diabéticas devem moderar em seu consumo. Isso porque uma dose exagerada de doces pode levar ao aumento da glicose no sangue.

O marmelo do cerrado

O marmelo do cerrado é uma variação do Cydonia oblonga, mas pertencente à mesma família. Suas propriedades ainda estão em estudo, mas pode-se preliminarmente afirmar que ele age para conter a hiperglicemia, ou seja, o excesso de açúcar na corrente sanguínea.

Outros empregos que envolvem o uso do fruto e da raiz são para combate à pneumonia. O xarope dos frutos é de uso comum na Amazônia. Os frutos macerados são usados contra a catapora.

Receitas com marmelo

Marmelos assados

Você vai precisar de:

  • 4 Marmelos
  • Açúcar
  • Canela em pau (opcional)

Comece lavando muito bem os marmelos e retirando toda a sua penugem. Em seguida, tire o centro da fruta. Encha-o com açúcar. Caso queira, espete um pauzinho de canela. Leve ao forno médio até ficarem bem assados.

Marmelada branca

Você vai precisar de:

  • 1 kg de marmelos
  • Água
  • 1 kg de açúcar

Comece lavando muito bem os marmelos e retirando toda a sua penugem. Em seguida, retire os caroços e reserve-os. Cozinhe os marmelos em pouca água até que fiquem tenros. Retire a panela do fogo, escorra a água, mas reserve-a.

Transforme os marmelos em um purê e passe-o pelo coador. Nesse processo, é importante que nenhum objeto de metal toque os marmelos.

marmelo fruta

Leve o açúcar ao fogo e adicione um pouco da água em que os marmelos foram cozidos. Se necessário, coe também a água antes de juntá-la ao açúcar. Deixe o açúcar e água ferverem até que se faça uma calda.

Junte o purê de marmelo à calda e deixe ferver, mexendo sempre com uma colher de pau, até ver o fundo panela. Isso deve demorar uns trinta minutos em fogo de baixo a médio.

Quando estiver pronta, deite a marmelada em vidros untados com óleo para tornar mais fácil o corte. Polvilhe com açúcar deixe endurecer por completo. Cubra com papel vegetal e deixe num lugar quente e seco.

Geleia de marmelo

Você vai precisar de:

  • Água em que cozeu os marmelos
  • Centros (caroços) dos marmelos que reservou
  • Açúcar

Comece lavando muito bem os marmelos e retirando toda a sua penugem. Em seguida cozinhe-os. Quando estiverem prontos, retire os da panela e reserve a água que foi usada no cozimento.

Separe os caroços da fruta e os ponha novamente para cozinhar.  Quando estiverem bem cozidos, coe num saco de pano, sem pressionar, e junte essa água à restante. Meça a quantidade de água com que ficou e, em princípio, conte com 500 g de açúcar para cada 5 dl de água.

Acrescente o açúcar à água e ferva-a. Para saber se a geleia está no ponto, ponha um pouco de geleia num pires, deixe esfriar e passe um dedo pelo meio. Se abrir um “caminho”, a sua geleia está pronta para ser posta em frascos.

Frango com marmelos

Você vai precisar de:

  • 1 frango (cerca de 1 1/2 kg)
  • 3 cebolas em rodelas
  • 5 colheres de sopa de óleo
  • Sal
  • Pimenta
  • 1 colher de chá de paprica (ou pimentão doce)
  • 1 colher de chá de gengibre
  • 1 colher de chá de açafrão
  • 1/2 L de água
  • 1 kg de marmelos
  • 4 colheres de sopa de margarina

Comece limpando e temperando o frango. Em seguida, doure-o no óleo e vá virando-o a fim de que fique dourado uniformemente. Adicione a cebola e deixar cozinhar mais um pouco. Acrescente o sal, a pimenta, a paprica, o gengibre e o açafrão.

Adicione ao preparado 1/2 litro de água fria e deixar cozinhar sensivelmente durante 15 minutos. Em seguida, lave e corte os marmelos ao meio, mas não os descasque. Retire as sementes.

Derreta a margarina e doure os pedaços de marmelo em uma panela. Coloque num recipiente de barro os pedaços de frango e os marmelos. Adicionar o caldo da cozedura e cobrir com uma folha de alumínio. Faça no alumínio alguns furos. Leve ao forno aquecido e deixe cozinhar durante uma hora em temperatura média.