jamelão

Benefícios do Jamelão

O jamelão, também conhecido como jambolão, jalão, jambuí, joão-bolão, ameixa-roxa, guapê azeitona-da-terra ou jambolum é uma fruta típica da Índia. Bastante adaptada ao clima brasileiro, a planta que dá origem ao fruto pertence à família da Myrtaceae. Seu nome científico é Syzygium jambolanum. Essa fruta é famosa no meio científico por possuir muitos nutrientes que são essenciais para a saúde e o bem-estar do organismo como um todo.

Trata-se um fruto pequeno. Possui tamanho arredondado, semelhante a uma azeitona. A fruta apresenta uma cor arroxeada quanto está madura. O caroço é único e grande em relação ao tamanho da fruta, ficando envolto pela polpa carnosa. As árvores de jamelão, conhecidas como jambuzeiros, podem atingir até dez metros de altura.

jamelão

O sabor do jamelão apresenta característica levemente adstringente, mas saboroso e adocicado, agradando o paladar da maioria. O fruto é consumido preferencialmente in natura, mas também pode ser utilizado para a fabricação de doces, geleias, sucos e tortas.

A coloração arroxeada do jamelão é consequência das chamadas antocianinas presentes principalmente em sua casca e polpa. Por conta dessa substância, a fruta pode causar manchas na pele, boca, sapatos, roupas e até mesmo na pintura de carros. Sendo assim, o pé de jamelão não é aconselhado para plantio em áreas públicas com circulação de pessoas.

Fruta jamelão e seu valor nutricional

As antocianinas, além de serem o motivo para o fruto apresentar uma cor roxa escurecida em sua casca, também são as responsáveis por diversos benefícios do jamelão. Elas ajudam a combater os radicais livres. Consequentemente, o jamelão nutre as células, evitando que elas sofram o envelhecimento precoce, favorecendo a saúde como um todo.

Entre os nutrientes presentes no jamelão estão as proteínas, além do ferro, sódio, potássio, manganês, magnésio, cobre, zinco, fósforo e cálcio. Ele também é uma rica fonte de fibras e de jamelão fruta vitaminas como a vitamina C, tiamina e vitamina B6.

O jamelão tem se destacado no meio científico por apresentar bons resultados no combate ao câncer e à leucemia. Estudos com a fruta demonstram que sua ação antioxidante faz com que o organismo se fortaleça no combate às células da leucemia.

Um estudo de 2006, da Unicamp, realizado pela pesquisadora Daniella Dias P. Campus, em sua tese de mestrado, demonstrou que o extrato produzido a partir do jamelão, que possui bastante quantidade de antocianinas, comprovou ser eficaz no combate as células leucêmicas, causando a morte de até 90% das células doentes. Já a taxa de morte entre as células saudáveis foi pequena, inferior a 20%.

O jamelão pode ser um bom aliado para prevenir doenças crônicas que não sejam transmissíveis. Isso se deve ao fato de ele apresentar uma grande quantidade de antioxidantes que se concentram na casca e na polpa. Ele possui mais antioxidantes que outras frutas também ricas nessas substâncias, como a amora-preta e o mirtilo. Tais frutas têm sido alvo de estudos por conta disso.

benefícios do jamelão

Os antioxidantes são substâncias ajudam nosso organismo a bloquear os chamados carcinogênicos. Agentes externos nocivos com os quais diariamente entramos em contato e que podem favorecer a mutação das células do nosso organismo. Essas mutações, com o passar do tempo, podem levar ao desenvolvimento de tumores e ao câncer.

Jamelão e o emagrecimento

Mas não é só contra o combate ao câncer que as propriedades do jamelão se destacam. A fruta também possui função adstringente, o que ajuda no emagrecimento, além de favorecer o controle da gordura no sangue e também na urina. Ele fortalece o organismo no combate a infecções por fungos, alergias, vírus diversos, bactérias, além de ter ação anti-inflamatória.

Além do fruto, outras partes do jamelão, como casca, folhas e sementes também podem ser utilizadas para fins medicinais. Na verdade, ele é uma verdadeira farmácia natural. Na casca do fruto se concentra a função antibacteriana da planta, além de servir como sedativo e promover a diminuição do açúcar no sangue. Essa diminuição promove a redução da sede extrema, bem como a vontade constante de urinar, sintomas comuns verificados em casos de diabetes.

Na casca e polpa também são encontrados flavonoides, ácido gálico e elágico. A casca, quando consumida por via oral, pode ajudar em casos de forte desarranjo intestinal e doenças do cunho respiratório, como asma e bronquite. A casca também tem indicações para uso tópico. Quando aplicada sobre a pele e boca, atua como um leve anti-inflamatório. Já a semente do jamelão concentra taninos e também óleos graxos. Os taninos favorecem o emagrecimento, pois possuem ação adstringente.

O jamelão e o diabetes

Como mencionado anteriormente, o jamelão fruta é um forte aliado no combate ao excesso e açúcar no sangue. Consequentemente, ele é bastante indicado para ajudar no controle da diabetes mellitus. No caroço, além das substâncias já citadas, também encontramos a jomboline. Essa substância em particular possui a capacidade de impedir que o amido se transforme em açúcar. Daí seu destaque como forma de complementar o tratamento contra a doença. Além do caroço, o suco de jamelão também possui essa capacidade, levando à grande queda da glicose.

Dentro da chamada medicina ayurvédica, a fruta jamelão é indicada para ser consumida com o quiabo. Esses dois alimentos, quando combinados, potencializam a ação de combate ao açúcar na corrente sanguínea, justamente por impedir que o seu organismo transforme o amido em açúcar. A recomendação é incluir o jamelão em suas refeições, as sementes devem ser cozidas antes de serem ingeridas.

jamelão fruta

Por conta de suas propriedades, o jamelão faz parte da relação de espécies que constituem a Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS – RENISUS. Essa relação elenca espécies vegetais que têm potencial para futuros estudos científicos e para avanços na produção e na cadeia produtiva, podendo servir de matéria prima para produtos que serão de interesse do Ministério da Saúde, no Brasil.

Chá de jamelão

Para preparar o chá de jamelão você deve fazer uma infusão com cerca de 20 folhas da árvore em um litro de água. Você também pode fazer o chá com as sementes da fruta. Nesse caso a recomendação é que se use duas colheres de sementes por litro de água. O indicado é ingerir um copo do chá de jamelão antes das principais refeições do dia, preferencialmente almoço e jantar.

Vale lembrar que além de ajudar no emagrecimento e no combate ao diabetes, o chá de jamelão é receitado também como anti-inflamatório e ajuda a combater alergias. Nesse quesito, as propriedades do jamelão se assemelham às do fármaco dexametasona.

O jamelão é encontrado em todo o Brasil. Por isso, a recomendação é de comê-lo in natura.

Como cultivar o pé de jamelão

Típico da Índia, o pé de jamelão também é bastante comum na Indonésia e no Paquistão. Também é encontrado na China e algumas variações da espécie são encontradas na Mata Atlântica brasileira. A árvore faz parte da tradição hindu. A lenda conta que o deus hindu Rama sobreviveu na floresta durante 15 anos se alimentando de jamelão, no período chamado Ayodhya, quando esteve exilado. Por conta disso, para os praticantes do hinduísmo, especialmente da região de Gujarat, o jamelão, ou jamboon como é conhecido, é a fruta dos deuses.

O jamelão pode ser cultivado em qualquer região com altitude inferior aos mil metros. No Brasil, a espécie jamelão-do-mato é nativa, encontrada com frequência na região entre os estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro, surgindo com mais frequência na proximidade de encostas e rios. Mas ele pode se adaptar a regiões mais frias, conseguindo suportar temperaturas de até -2ºC.

fruta jamelão

É uma boa planta para se ter no jardim ou na varanda. A época de amadurecimento do jamelão fruta acontece de entre final do verão e início do outono. Apresenta germinação fácil. É uma planta resistente, conseguindo se desenvolver em solos carentes em matéria orgânica. Sua preferência é por solos neutros, argilosos e de cor avermelhada. A planta também consegue se adaptar bem a locais que apresentam grandes períodos chuvosos. Mas quando jovem, o ideal é que floresça em local sombreado.

O pé de jamelão começará a produzir frutos quando atingir o segundo a terceiro ano de vida. No entanto, a produção deverá aumentar à medida que a planta for envelhecendo. Caso você opte por plantar em jardins os vasos, aconselha-se a poda do topo da árvore, bem como a retirada de galhos secos, para garantir maior força e vitalidade para que sua planta se desenvolva.

As sementes secas podem ser utilizadas para a confecção das mudas. Elas germinam facilmente, demorando aproximadamente 45 dias para brotar. Em oito meses, sua muda pode chegar a 30 centímetros de altura, se for bem cuidada, sendo exposta ao sol e com rega constante. Opte por terra orgânica e bem umedecida para realizar esse processo.

Efeitos colaterais

Tudo que faz bem quando consumido em excesso pode se tornar um veneno. Essa regra também vale para o jamelão. Por isso, a dica é: consuma com moderação. Para paciente que já tem o diagnóstico de diabetes nunca deve abrir mão no monitoramento constante da glicose. A fruta jamelão em excesso pode levar a hipoglicemia. Procure um médico em caso de diarreia. Durante o período de gestação e na amamentação, evite o fruto.