tâmara fruta

Benefícios da Tâmara

A tâmara (Phoenix dactylifera) é uma fruta comestível, de de sabor adocicado, oriunda da tamareira, uma espécie de planta de florescência, da família das palmeiras. Hoje em dia ela é amplamente cultivada e naturalizada em muitas regiões tropicais e subtropicais de todo o mundo.

A tâmara é especialmente deliciosa e altamente nutritiva. Uma das principais características que a tornam excepcional é que ela foi durante muito tempo a única fruta consumida como alimento para algumas pessoas e permaneceu como uma dieta importante para muitos indivíduos por milhares de anos.

fruta tâmara

Um breve histórico da árvore da tâmara e sua importância

A tamareira está entre as árvores mais antigas cultivadas pelo homem. Embora seu lugar de origem seja desconhecido por causa do cultivo longo, a tâmara provavelmente originou-se das terras próximas ao Golfo Pérsico.

Por mais de 5000 anos, a tamareira forneceu comida, ornamentos, material para abrigo  e combustível em um ambiente em que relativamente poucas outras plantas são capazes de prosperar. Assim, seu cultivo sempre foi misturado com toda a cultura social e econômica das pessoas que habitam as regiões quentes e áridas do mundo.

As propriedades da tâmara e sua composição

As tâmaras fornecem uma ampla gama de nutrientes essenciais, e são uma boa fonte de potássio na dieta. O teor de açúcar de tâmaras madura é cerca de 75%; o restante é constituído por proteínas, fibras, e oligoelementos, incluindo boro, cobalto, cobre, flúor, magnésio, manganês, selénio e zinco. Ela se destaca pela presença de muitas classes de componentes bioativos como os chamados carotenoides, polifenois, flavonóides e esteróis.

O efeito protetor das tâmaras contra doenças crônicas é atribuído a nutrientes bioativos chamados fitoquímicos. Os fitoquímicos são metabolitos ou componentes celulares das plantas que vêem ganhando crescente interesse entre vários pesquisadores, incluindo médicos.

tâmara fruta

Além de sua atividade antioxidante, a tâmara possui a capacidade de reduzir o colesterol e ainda apresenta outros benefícios potenciais para a saúde, tais como prevenção do câncer, prevenção da diabetes e de doenças cardiovasculares. As tâmaras têm constituintes únicos e cada um deles desempenha um papel no controle de doenças e na fertilidade.

Atividade antioxidante da tâmara

Os antioxidantes são compostos químicos presentes nas plantas que interagem e desativam os radicais livres, impedindo-os de causar danos às células do corpo.

A prevenção de ações dos radicais livres é um passo importante no manejo de doenças como o câncer. Estudos experimentais mostraram que os compostos fenólicos presentes nas tâmaras, incluindo os flavonoides, são antioxidantes eficazes com efeitos anticancerígenos.

Potencial da tâmara como um agente quimioterapêutico

As evidências experimentais e a composição nutricional sugerem que as tâmaras oferecem inúmeros benefícios para a saúde, apresentando grande potencial contra muitos tipos de câncer.

A produção excessiva das chamadas espécies reativas de oxigênio gerados a partir de produtos químicos tóxicos podem levar à ativação de agentes cancerígenos. Portanto, os antioxidantes são considerados como agentes quimiopreventivos. Como algumas outras frutas, a tâmara também possui forte atividade antioxidante. Elas podem não só eliminar os radicais livres como também evitar o dano de moléculas importantes do corpo responsáveis por bloquear as várias fases da formação do câncer.

Essa atividade preventiva da tâmara pode ser atribuída a alguns de seus componentes que podem eliminar os radicais livres (como as vitaminas) ou ativar o sistema de defesa antioxidante endógeno (fitoquímicos) por ativação de moléculas importantes através do fonecimento de minerais como o magnésio, manganês, zinco, cobre e selênio.

Além disso, as propriedades da tâmara vão além apenas da prevenção, podendo se estender para o âmbito terapêutico contra o câncer. Isso foi verificado em estudos envolvendo o efeito do extrato da planta sobre um tumor sólido indicando uma considerável taxa de inibição e controle da evolução do tumor.

Efeito anti-inflamatório

A inflamação é um dos mais importantes mecanismos de defesa do corpo contra vários fatores externos, como infecções, alergias, queimaduras, produtos químicos tóxicos e outros estímulos. O desequilíbrio de processos inflamatórios representa um papel importante no desenvolvimento e na progressão de várias doenças.

Estudos mostraram que alguns constituintes de plantas, como é o caso dos fenóis e flavonoides presentes nas tâmaras, atuam como excelentes agentes anti-inflamatórios.

tâmara

Foi detectado ainda que as folhas da tamareira podem ser consideradas como uma boa fonte de antioxidantes naturais para a produção de fármacos de efeito anti-inflamatório.

Efeito antidiabético

A Diabetes mellitus é uma doença metabólica que atinge muita gente. Os tratamentos atuais disponíveis se baseiam em medicamentos sintéticos e apesar de efetivos, mostram uma série de efeitos colaterais.

Produtos naturais e seus constituintes são uma boa alternativa no controle da diabetes, uma vez que são menos tóxicos e livres de efeitos colaterais em relação aos sintéticos.

O modo exato de ação da tâmara no controle de diabetes não é totalmente compreendido, mas estudos sugerem que pode ser devido ao aumento da liberação de insulina no sangue e pela inibição da absorção de glicose.

Vários compostos ativos presentes na tamareira, tais como flavonoides, esteroides e fenóis, desempenham um papel antidiabético. Já foi demonstrado experimentalmente que o consumo de tâmaras pode oferecer benefícios a pacientes diabéticos no controle da glicemia e dislipidemia (concentração de açúcar e gorduras no sangue, respectivamente).

Agente no tratamento como infertilidade 

A infertilidade é definida como a incapacidade de conceber após um ano de relações sexuais sem contracepção, e isso ocorre em cerca de 17% das uniões conjugais. Uma série de fatores podem estar relacionados com a infertilidade, sendo um deles o processo de stress oxidativo ou o aumento não natural dos radicais livres no corpo. Esses eventos podem causar problemas nas células germinativas, ou seja, aquelas que dão origem aos gametas, que são no caso dos seres humanos, o espermatozoide e o óvulo.

A tâmara pode promover a esperança para pessoas com infertilidade ou problemas no sistema reprodutivo. Cientistas mostraram que os microelementos do extrato de pólen da tamareira, como esteróis e outros agentes, influenciam a fertilidade masculina, além de aumentar a concentração da testosterona, um hormônio masculino.

Quanto tempo leva para produzir tâmara?

A tamareira pode levar de 4 a 8 anos após o plantio para produzir as tâmaras, sendo o que o rendimento é considerado viável ​​para a colheita comercial entre 7 e 10 anos.

Tamareiras maduras podem produzir de 68 a 176 kg de tâmaras por safra, embora nem todas elas amadurecem ao mesmo tempo, logo várias colheitas são obrigatórios. A fim de se obter frutos de qualidade comercial, os ramos das tâmaras devem ser separados e ensacados ou cobertos antes do amadurecimento para que os frutos remanescentes cresçam mais e fiquem protegidos de das alterações climáticas e pragas.

Tâmara: preço e onde comprar

A fruta pode ser encontrada nos grandes supermercados, algumas lojas de produtos naturais, mercados municipais ou através de lojas on-line. Neste último caso, o preço da tâmara varia entre R$ 29 a 42 o quilo, podendo ser encontrada em menores quantidades, com e sem caroço, moída ou inteira.

Além do consumo tradicional da fruta inteira, ela pode ser incorporada a receitas como bolos, barras de cereais e outros produtos que também podem ser encontrados comercialmente.

Tâmara: nome e curiosidades

A tâmara pode ainda ser chamada de datileira, palavra originado de sua espécie científica Phoenix dactylifera (do grego dáktulos, dedo + féro, trazer ou suportar). As tamareiras alcançam, tipicamente, de 15 a 25 metros de altura, crescendo isoladamente ou dando forma a um grupo com diversos hastes de um único sistema de raiz.

Existem mais de duzentas variedades de tâmara disponíveis mundialmente, sendo mais comumente cultivada no Egito, Arábia Saudita e países do Oriente Médio.

No Paquistão, um xarope de grossa consistência, feito com frutos maduros, é utilizado como uma proteção para sacos de couro e tubos para impedir vazamentos.

Uma curiosidade é que a tâmara pode ser consumida em qualquer um dos três estádios principais de maturidade, começando pelo khalal (fresco e duro), rutab (crocante ou estágio maduro), ou tamr (macio, pleno estágio de amadurecimento), sendo desidratada, a forma comum disponível no comércio e apreciada globalmente.

Além disso, o consumo de tâmara pode proporcionar os benefícios tano de frutas como cereais sendo capazes de satisfazer as necessidades nutricionais diárias. Portanto, o consumo desta fruta seria uma boa alternativa para desnutrição e desafios como doenças infecciosas. Logo, a tâmara pode ser considerada como uma dádiva da natureza não apenas para o povo que vive nas regiões quentes e áridas, mas também em outras partes do mundo, tendo em vista seu potencial medicinal emergente.