Benefícios da Goiaba Tailandesa

Benefícios da Goiaba Tailandesa

É sabido que a goiaba é uma fruta comum na mesa dos brasileiros, além de ser muito apreciada. Além disso, ela oferece uma grande diversidade de formatos, cores e sabores.

Benefícios da Goiaba Tailandesa

Entre elas, temos a goiaba tailandesa. Embora possa ser encontrada em várias localidades, a goiaba tailandesa tende a ser encontrada facilmente no sudeste e nordeste brasileiro. Pode ser consumida de diversas maneiras e também exportada para outros países.

Origem da goiaba tailandesa

A goiaba tailandesa pode ter origem no país asiático, visto que essa região apresenta períodos chuvosos bem definidos, ideal para o cultivo.

Essa fruta é largamente comercializada na Índia, umas das principais frutas que movimentam a economia do país. No entanto, ela não apresenta apenas frutos no tamanho usual. Podem ser gerados frutos gigantes se plantados de forma diferenciada.

Goiaba tailandesa gigante

Cada goiaba tailandesa gigante pode chegar a pesar de 600 gramas a até 1 quilo. Uma vez que elas atinjam esse peso, o valor de mercado será proporcional, seja para o produtor e/ou para o revendedor.

Cabe mencionar que esse tipo de goiaba começou a ser cultivado no Brasil com o uso de sementes oriundas da Tailândia. Isso justifica a razão de ser um pouco difícil de ser encontrada.

Propriedades da goiaba tailandesa

Essa goiaba apresenta propriedades muito relevantes para o nosso organismo. Cada unidade grande da goiaba tailandesa conta com, aproximadamente, 55% da fibra alimentar diária necessária para o organismo de um indivíduo.

A goiaba tailandesa apresenta vitaminas, minerais e antioxidantes que são benéficos para a saúde dos indivíduos e não oferecem calorias. Para exemplificarmos, uma goiaba grande tem cerca de 120 kcal, que corresponde a 6% da caloria que deve ser ingerida diariamente.

Ainda nessa perspectiva, a goiaba tailandesa conta com uma quantidade significativa de carboidratos e proteínas.

Benefícios da goiaba tailandesa

A goiaba tailandesa tem a capacidade de ajudar a controlar os níveis de colesterol e açúcar no sangue. Sendo assim, essa fruta possui a capacidade de auxiliar os indivíduos que tenham diabetes e problemas de colesterol alto. Isso se dá devido às fibras solúveis presentes na composição da fruta que, por sua vez, impedirá que ambos os níveis se elevem.

É essencial mencionar que o consumo de água é essencial. Caso contrário, o excesso de fibras pode desencadear a prisão de ventre. A goiaba é largamente recomendada entre os indivíduos que sofrem de diarreia e/ou prisão de ventre, visto que essa fruta é capaz de “frear” o intestino até que ele se restabeleça naturalmente e/ou com ajuda de medicamentos.

A goiaba tailandesa conta com uma quantidade significativa de potássio. Sendo assim, uma vez que essa fruta seja consumida, ocorre a absorção de micronutrientes que são essenciais para o funcionamento pleno do organismo. No que tange às vitaminas B e C presentes nessa fruta, elas atuam diretamente no fortalecimento do sistema imunológico. Além disso, a goiaba tailandesa impede o desenvolvimento de problemas respiratórios, bem como doenças infecciosas e gripe, por exemplo. 

Essa fruta conta com outros benefícios, como a presença de antioxidantes que ajudam a eliminar os radicais livres que não são benéficos para o corpo, que podem desencadear alguns tipos de câncer e/ou o envelhecimento precoce.

Esse tipo de goiaba ganha destaque no que se refere aos benefícios para a pele. Graças à presença de vitaminas A, C, licopeno, betacaroteno e outros antioxidantes, a goiaba tailandesa protege a pele contra as rugas e linhas de expressão.

Cultivo de goiaba tailandesa

É preciso estar atento a alguns detalhes para cultivar a goiaba tailandesa. Antes de tudo, é preciso avaliar o clima em que o plantio será feito. O clima preferencial para o bom desenvolvimento dessa goiaba é quente, haja vista que áreas úmidas e/ou com geadas podem comprometer o desenvolvimento das folhas.

Visando obter êxito no cultivo, é de suma importância que o solo conte com boa profundidade para que as raízes se desenvolvam e que seja bem drenado.

A forma mais eficaz para plantar a goiaba tailandesa é através de enxertos e estacas. Se o plantio for feito com sementes, pode ser que a colheita demore um pouco mais de tempo. Isso se dá porque há a possibilidade de surgirem frutos de menor qualidade e/ou permanecerem um longo tempo apenas vegetando.

Goiaba tailandesa em vaso

Na hipótese de o indivíduo querer plantar as sementes de goiaba em um vaso, uma vez que a planta atinja uma altura satisfatória, ela deverá ser transplantada para o quintal, visando o desenvolvimento normal.

Caso o objetivo seja deixar a árvore em um tamanho significativo, deixe apenas um ou dois frutos por galho. Essa prática ajudará a abrir espaço para que eles cresçam de maneira expansiva. Outro cuidado importante é manter a árvore sempre bem cuidada e livre de pragas e/ou doenças, sobretudo a “mosca da fruta”.

Goiaba tailandesa quanto tempo para produzir

A goiaba tailandesa leva, mais ou menos, desde o plantio no vaso, dois anos para começar a dar os primeiros frutos. Por outro lado, essa árvore pode render frutos significativos por colheita, visto que as goiabeiras são muito frutíferas.

Uma vez que os frutos estejam se desenvolvendo, recomenda-se que os frutos sejam protegidos com saquinhos de TNT. Essa prática ajuda a afastar as goiabas tailandesas de moscas, pássaros e até mesmo morcegos.

Outra prática que poderá ser adotada é colher os frutos ainda em fase de amadurecimento. Feito isso, deixe-os em local seco e arejado até que estejam aptos para o consumo. Embora essa prática não permita que as goiabas tailandesas cresçam e atinjam tamanhos maiores, a chance de consumo em sua totalidade é maior.

Muda de goiaba tailandesa

Inicialmente, a muda deve ser colocada em um vaso grande, independente do material. Feito isso, faça um buraco na terra de mais ou menos quarenta centímetros. Nessa cova, misture 40% de adubo orgânico e 60% de terra. É essencial que, paralelamente, esse material seja drenável e o vaso seja grande. Isso permitirá que as raízes se desenvolvam em sua plenitude.

Uma vez que esses passos sejam seguidos, molhe a muda periodicamente, mas não encharque a terra. É importante que o plantio seja feito nas épocas mais secas do ano e que seja regada diariamente.