Benefícios da Goiaba Paluma

Benefícios da Goiaba Paluma

A goiaba, que tem o nome científico Psidium guajava, é uma fruta muito fácil de ser encontrada no Brasil e também é muito comum na Austrália.

Benefícios da Goiaba Paluma

A goiabeira pertence à família Myrtaceae, que também compõem a guabiroba, jabuticaba, uvaia, pitanga e grumixama. Essa fruta, nativa da região tropical do continente americano, pode ser consumida de diversas formas, bem como: in natura, sorvetes, geleias, gelatinas, coquetéis e, largamente conhecida, como goiabada.

A goiaba paluma é uma das variedades da goiaba. Ela possui a casca verde, o interior é vermelho intenso e muito consistente. Uma das características mais marcante da goiaba paluma é o sabor marcante, que conta uma intensidade maior do que todas as outras.

Vale ressaltar que há, também, a goiaba paluma branca. Ela diverge da goiaba tradicional, apenas, devido à sua coloração. O restante, como a casca, por exemplo, é muito semelhante à goiaba de polpa vermelha.

Propriedades da goiaba paluma

A goiaba paluma conta com elevadas propriedades nutricionais. Nesse sentido, ela é a mais indicada para quem está buscando fazer refeições mais saudáveis.

Ela é rica em fibra alimentar e possui 6,2g a cada 100g da fruta. Ademais, possui uma grande quantidade de vitamina C, fósforo, manganês, magnésio, cálcio e potássio, por exemplo.

Ainda nessa perspectiva, faz-se importante destacar que a goiaba paluma conta com propriedades que são essenciais à saúde, bem como a presença de licopeno, betacaroteno, folato e altos níveis de vitaminas B. Tendo em vista a quantidade de benefícios à saúde, essa fruta é uma das mais sugeridas pelos nutricionistas.

Inicialmente, a presença de vitamina C faz com que o sistema imunológico se fortaleça diante de gripes e resfriados, por exemplo. Além disso, o nível de antioxidantes presentes na goiaba paluma auxilia no combate aos radicais livres que, por sua vez, são os responsáveis pelo câncer e pelo envelhecimento do corpo.

Benefícios da goiaba paluma

Uma vez que essa fruta seja consumida com regularidade, os níveis de colesterol tendem a baixar devido à presença do licopeno e das fibras solúveis. Vale mencionar que, a partir do momento que essas fibras se conectam com os ácidos biliares, ocorre a absorção da gordura excessiva.

Acrescenta-se que, o fato de a gordura ser rica em potássio, o coração e os vasos sanguíneos também são beneficiados. Dessa forma, a ingestão diária de uma fatia de goiaba auxilia no controle do colesterol, da pressão sanguínea e na saúde cardiovascular.

No que tange às pessoas diabéticas, a goiaba paluma auxilia na prevenção de picos de glicose e insulina, que devem ser controlados pelos indivíduos. Pesquisas em andamento apontam que a goiaba paluma pode auxiliar na prevenção do desenvolvimento da diabetes Tipo 2.

Além disso, a fruta traz benefícios significantes para a pele. Isso se dá porque, na goiaba paluma, há a presença de licopeno, betacaroteno e vitaminas A e C. Sendo assim, a fruta é capaz de deixar a pele mais saudável a ponto de impedir o surgimento de novas linhas de expressão e rugas.

Características da goiaba paluma

A goiaba paluma foi desenvolvida na Universidade Estadual Paulista (UNESP). É uma variedade da goiaba vermelha e conta com um sabor mais intenso do que as cultivadas em outros países.

Uma das características próprias da goiabeira é que a árvore é capaz de produzir frutos por, pelo menos, quinze anos.

Cabe mencionar que essa fruta é recomendada para controlar a flora intestinal. Logo, ela ajuda a diminuir os sintomas de pessoas que estejam com diarreia, por exemplo.

Como plantar goiaba paluma

Caso o plantio seja feito com a utilização de sementes, sugere-se que a polpa de uma goiaba madura seja retirada. Abra a torneira, separe e as enxague. Feito isso, deixe-as na sombra para secar. Quando estiverem secas, plante a muda de goiaba paluma em um vaso ou em um saquinho.

Na hipótese de o plantio ser feito em um período seco do ano, busque regar a goiaba todos os dias. Na intenção de manter a umidade, é possível colocar em cima do vaso e/ou saquinho uma camada de palha.

Uma vez que isso seja feito, após dois ou três meses que o plantio tenha acontecido, a planta estará com altura apropriada para ser transplantada para o solo. No quintal, um buraco de aproximadamente trinta centímetros de profundidade deverá ser cavado para colocar a muda.

Mudas de goiaba paluma

Ainda nessa perspectiva, recomenda-se que o plantio da muda da goiaba paluma seja feito no início do verão. Isso se dá porque as goiabeiras frutificam com mais intensidade quando estão em locais que contam com clima quente. Sendo assim, locais com temperaturas entre 25°C e 30°C podem frutificar dois anos após o plantio.

É essencial destacar que o terreno seja plano e/ou pouco inclinado. Caso queira utilizar esterco e/ou calcário no solo antes de fazer a mudança, sugere-se que isso seja feito uma vez ao ano, visto que isso colabora para manter o cultivo saudável.

Visando assegurar que o cultivo das mudas seja saudável, é fundamental que algumas medidas sejam tomadas. Inicialmente, a árvore deverá ser sempre podada. Ou seja, os excessos de folhas e galhos devem ser retirados. Essa prática pode melhorar a ventilação e contribuir no combate a doenças e infestação de pragas.

Vale mencionar que o “bicho da goiaba” é uma praga muito comum. Nesse sentido, a fim de evitar que ela apareça desde o plantio da muda, busque ensacar as primeiras goiabas. Faça isso no próprio pé utilizando embalagens apropriadas. Outra medida preventiva é colher os frutos quando eles ainda não estão totalmente maduros. Uma vez que isso seja feito, até que estejam prontos para serem consumidos, deixe-os em um local seco e arejado.

Goiaba paluma: Embrapa

Caso o objetivo seja plantar fruta para comercializar, por exemplo, sugere-se que a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) seja procurada. É importante destacar que essa empresa de pesquisa visa desenvolver, em conjunto os parceiros, um modelo de agricultura intrinsecamente brasileiro.

A Embrapa, que é vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, reúne técnicos e especialistas no plantio e auxilia os produtos brasileiros a alcançarem os melhores resultados possíveis.

Goiaba paluma: cultivo

Tendo em vista as características inerentes do seu cultivo, a goiabeira conta com um período de carência associado à quantidade de agrotóxicos utilizados em seu cultivo. Sendo assim, no período da colheita, não haverá grandes riscos para o consumidor, sejam elas consumidas in natura ou após o processamento industrial.

Faz-se importante ressaltar que o cultivo da goiaba paluma pode ser feito sem a necessidade de irrigação, sobretudo na região sudeste do Brasil.