guaraná fruta

Benefícios do Guaraná

O guaraná (paullinia cupana) é um fruto originário da região Amazônica, encontrado no Brasil e também na Venezuela. O guaraná é uma fruta que já era usada como remédio há séculos pelos povos indígenas, sendo considerado por eles um alimento sagrado. Trata-se de um arbusto de grande porte que também é conhecido como guaraná, guaranaúva, naranazeiro e guaranaína.

As folhas do guaraná são compostas por folíolos e as flores brancas se agrupam ao longo do caule. Já os frutos se apresentam em cachos, são vermelhos, pequenos e semiabertos, ficando à mostra as sementes de cor negra, o que faz com que se assemelhem a pequenos olhos.

O fruto do guaranazeiro é muito usado no Brasil e os Estados que mais o produzem são a Bahia, Amazonas, Pará, Mato Grosso e Acre. A propagação é feita através das sementes e a frutificação ocorre nos meses de janeiro a março.

O guaraná refrigerante é muito apreciado por seu sabor doce e agradável, sendo produzido com o pó da sua massa. Ele é encontrado em quatro formas: em pó, bastão, rama ou guaraná em cápsulas, sendo também usado para o preparo de sucos, extratos, comprimidos ou como um componente de energéticos.

guaraná

A forma em pó é feita a partir das sementes secas, que são torradas e, em seguida, moídas. Além disso, também há o xarope de guaraná, que é usado na fabricação de bebidas. O guaraná é vendido em lojas de produtos naturais, mercados, feiras livres e farmácias de manipulação, tanto como fruta guaraná ou em pó. O guaraná em pó preço pode variar de R$ 10,00 a R$ 15,00, para as embalagens com 100 gramas do produto.

Por ser uma fruta rica em cafeína, o guaraná consiste em um estimulante, trazendo uma sensação de bem-estar e ajudando no combate à fadiga motora e psíquica de quem o consome. Após o consumo do guaraná, a ação da cafeína no organismo pode ser de quatro a seis horas.

Uma molécula presente no guaraná (conhecida como guaranine) possui uma relação muito próxima à cafeína, mas apresenta um efeito entre 4 a 7 vezes mais potente que ela.

O guaraná consiste em um fruto rico em estimulantes que derivam da xantina (como a cafeína, teobromina e a terofilina). Além disso, contém uma quantidade generosa de fósforo, ferro, potássio, cálcio, magnésio, flavanoides e as vitaminas A e B1.

O consumo crônico da cafeína ou em grandes quantidades pode causar uma dependência psicológica. Além disso, suspender a cafeína abruptamente pode trazer deixar a pessoa ansiosa, apresentando nervosismo e até mesmo vertigem.

Benefícios do guaraná

Por possuir substâncias que combatem os radicais livres, o consumo do guaraná também ajuda a prevenir doenças e o envelhecimento precoce. Ele também apresenta um efeito termogênico e, por esse motivo, a ingestão do guaraná promove a queima de calorias, além de reduzir o apetite.

Entre as propriedades do guaraná está a ação adstringente, isso por conta da presença de taninos. Confira mais benefícios desse fruto para a saúde a seguir.

guaraná fruta

1.Melhora o raciocínio e a concentração

A cafeína e outros compostos bioativos encontrados no guaraná (como a teofilina e a teobromina) atuam de forma direta no sistema nervoso central. Essas substâncias estimulam áreas do cérebro que estão relacionadas à atenção focalizada e ao sentido de alerta. Como resultado, a fadiga e a sonolência são reduzidas e a capacidade de raciocínio são melhoradas.

2.Contribui para a prática de atividades físicas

Um dos principais benefícios do guaraná é, sem dúvida, o efeito energizante.  Isso ocorre porque, além de conter maior concentração de cafeína que o café, essa cafeína é liberada de forma mais lenta no organismo, mantendo o estímulo por mais tempo.

O guaraná apresenta propriedades estimulantes, o que ajuda a dar mais energia a pratica de exercícios. Além disso, o seu consumo reduz a sensação de esforço e amplia a força física.

Isso ocorre devido à grande quantidade de cafeína presente no guaraná, o que significa que ele possui um recurso ergogênico ou seja, que melhora o desempenho atlético.

3.Alivia a dor de cabeça

Quando consumido de forma adequada, o guaraná em pó pode agir reduzindo a dor de cabeça e enxaqueca, motivo pelo qual ele vem seno usado de forma terapêutica para esse fim. O alívio das dores ocorre porque o guaraná reduz o calibre dos vasos sanguíneos que irrigam o cérebro e, com a vasodilatação, há a diminuição das dores de cabeça.

4.Melhora a circulação sanguínea

O guaraná em pó benefícios para a circulação sanguínea acontece por conta do aumento de fluxo que ele provoca. Isso ocorre porque, ao ingerir o guaraná, a formação de placas ateorogênicas nos vasos sanguíneos é reduzida, melhorando a oxigenação e o trânsito dos nutrientes para os tecidos do corpo.

5.Ajuda a emagrecer

O motivo pelo qual o guaraná é usado há séculos para controlar a fome quando usado em forma de chá é devido ao estimulo que ele oferece na produção de lipólise, agindo como um termogênico. Com isso, ocorre a liberação da gordura na corrente sanguínea, que acaba sendo usada como energia durante a prática de atividades físicas.

Além disso, o guaraná faz aumentar o metabolismo, contribuindo também para dar maior resistência nos exercícios. Por esse motivo, até hoje e amplamente utilizado em suplementos para emagrecer e bebidas energéticas.

pé de guaraná

6.Beneficia diabéticos

Além de contribuir para pessoas portadoras de diabetes, o guaraná também auxilia na prevenção da resistência à insulina em pessoas saudáveis. O pó de guaraná ajuda a controlar a glicemia, por causa da presença da pectina.

A pectina promove a absorção da água, formando uma espécie de gel, o que deixa a digestão mais lenta. Isso faz com que a glicose se eleve no sangue gradualmente, prevenindo assim a ocorrência de picos de glicose e, como consequência, de insulina.

7.Controla os níveis de colesterol

Como o guaraná contém saponinas e flavanoides em sua composição, o seu consumo pode contribuir para o controle do colesterol, principalmente o LDL (colesterol ruim).

Outro elemento benéfico do guaraná deve-se à presença da teobromina que, no caso, ajuda a aumentar o colesterol HDL (colesterol bom).

Também há a presença da pectina nesse fruto, que contribui para o aumento na excreção dos ácidos biliares, o que diminui a concentração de colesterol.

8.Reduz os níveis de estresse

Esse fruto apresenta também propriedades calmantes, ajudando a aliviar o estresse e melhorando o humor. Isso devido à cafeína, que age positivamente sobre o humor e aumentando o estado de alerta.

9.Possui propriedades afrodisíacas

Devido à cafeína em grande quantidade no guaraná, esse fruto consiste em um estimulante natural. Por essa razão, quando usado regularmente, aumenta a libido, oferecendo uma vida sexual maia ativa.

Como consumir guaraná em pó

O pó de guaraná é extraído da semente, que apresenta um sabor um pouco amargo e aroma suave. A semente possui uma quantidade grande de amido (cerca de 60%). A massa seca do pó de guaraná apresenta por volta de 8% da sua composição em massa seca de cafeína, o que é bem mais elevado que o café, que apresenta até 2,5%.

A ingestão do pó de guaraná é geralmente feita acrescentando água ou outras bebidas, o que faz com que o sabor amargo seja neutralizado. Ele pode ser adicionado a sucos naturais, vitaminas de frutas ou iogurtes, por exemplo.

pó de guaraná

O recomendado é que o guaraná em pó seja consumido de manhã ou até o início da tarde. Se for consumo antes de dormir ou no período da noite, poderá causar insônia e causar interferência na qualidade do sono.

Malefícios do guaraná

Quando alimentos com alto teor de cafeína (como no caso do guaraná) são consumidos de maneira excessiva, alguns sintomas indesejáveis podem se manifestar, como insônia, tremores, dor de cabeça, irritabilidade, tensão muscular, perda de apetite e taquicardia.

Para evitar que isso aconteça, o recomendado é que o consumo do guaraná fruta ou em outra forma seja de, no máximo, 400 mg ao dia.

Outro risco proveniente do consumo em excesso do guaraná é o aumento da calciúria (excreção urinária de cálcio), além de poder provocar uma redução na absorção de alguns tipos de nutrientes pelo nosso organismo.

A ingestão do guaraná deve ser evitada por gestantes e mulheres amamentando. Além disso, é preciso tomar cuidado com seu consumo quando se toma medicamentos anticoagulantes, pois o pode provocar o aumento dos efeitos desses remédios.

O guaraná não é indicado para pessoas que apresentam histórico de doenças cardíacas, pessoas hipertensas e as que apresentam alterações gastrointestinais (como gastrite, colite e síndrome do cólon irritável).

Receita do Guaraná da Amazônia

Aprenda como preparar esse suco que, além de delicioso e refrescante, traz muita energia e bem-estar.

Ingredientes

  • 2 colheres (chá) de pó de guaraná
  • 2 colheres (sopa) de amendoim torrado
  • 2 colheres (sopa) de castanha de caju torrada
  • 6 colheres (sopa) de xarope de guaraná cheias
  • 4 colheres (sopa) de leite em pó
  • 400 ml de gelo (cerca de 1 forma de gelo)

Modo de preparo

  1. Para preparar é muito simples. Coloque todos os ingredientes para bater no liquidificador e sirva a seguir.
  2. Nessa receita, é possível acrescentar outros sabores, como chocolate, banana, açaí, entre outros da sua preferência.