propriedades do coco seco

Benefícios do Coco Seco

O coco, além de ser um alimento consumido há muito tempo, contribui de forma positiva para o funcionamento do nosso corpo. O coco possui antioxidantes que agem contra os radicais livres, é capaz de relaxar os nervos e músculos e controlar o açúcar no sangue, por exemplo.

benefícios do coco seco

O coco é capaz de reduzir a inflamação de articulações e auxiliar no emagrecimento. Isso se dá porque as gorduras ricas em triglicerídeos de cadeia curta e média presentes no coco ajudam a controlar o apetite, além de acelerar o metabolismo.

Formas de consumir o coco

Quando falamos de coco, tudo pode ser aproveitado, como: água de coco, óleo de coco, farinha de coco, polpa verde e madura, leite de coco e açúcar.

Como é possível notar, o coco é um alimento muito versátil, haja vista que é possível ser utilizado para o preparo de diversos alimentos.

Coco seco valor nutricional/calorias

O coco seco possui, em média, 60 calorias, sendo que 83% representam a gordura, 13% de carboidratos e 4% de proteínas. Ainda que a gordura represente grande parte em sua composição, ela é considerada benéfica para a saúde. Além disso, pode ser uma ótima alternativa para substituir o óleo.

propriedades do coco seco

Propriedades do coco seco

Ao ingerir o coco seco, as fibras evitam a produção excessiva da gordura que fica alocada na região abdominal. Quando introduzido de forma correta, o coco seco não engorda. Contudo, é necessário adquiri-lo in natura e sem açúcar.

Quanto pesa um coco seco

É do conhecimento de todos que o coco ralado é um ingrediente comum na culinária, sobretudo nas cozinhas asiáticas. Geralmente, ele é usado em laticínios, sorvetes, confeitaria e no preparo de doces.

A sua produção se dá através de amêndoas raladas e secas do coco seco. A partir de então, elas são desintegradas e parcialmente desengorduradas e secas. Em média, um coco seco pode se transformar em 125 gramas de coco ralado integral.

Benefícios do coco seco

O coco seco é uma importante fonte de fibras para o nosso organismo. Desse modo, uma vez que a ingestão seja feita de forma adequada, o coco seco pode auxiliar no funcionamento do intestino e promover uma sensação de saciedade.

Ele ajuda a controlar a pressão arterial, o açúcar no sangue e os níveis de colesterol. Ainda nessa perspectiva, o coco ajuda no metabolismo e regula a função hormonal, que, por sua vez, facilita o emagrecimento e o bom funcionamento do organismo como um todo.

Coco verde e coco seco

Embora sejam a mesma fruta, elas apresentam um tempo diferente para amadurecer. O coco seco é maturado, logo, o seu armazenamento dura mais tempo. Sendo assim, ele pode ser transportado e armazenado sem preocupações. No que tange ao coco verde, ele requer outros tipos de cuidado e atenção, visto que a probabilidade de azedar é grande.

Coco seco estragado

Para diferenciar o coco seco bom do estragado, basta bater na casca com o cabo de uma faca, por exemplo. Caso o som do coco seja oco, provavelmente não está apto para o consumo. Na hipótese de o som ser estridente, isso significa que a fruta está fresca.

Outra maneira de verificar é através do tamanho. Um coco fresco deverá ser pesado para seu tamanho, além de ser audível o chacoalhar da água quando for agitado. Se o coco estiver leve e/ou sem água, descarte-o.

Ainda nesse cenário, utilize uma faca e/ou uma tesoura para perfurar a parte mais macia das três fissuras no topo. Um coco fresco deverá ter o cheiro doce, ao passo que os mofados terão um cheiro azedo. Quando isso acontece, significa que a água está estragada.

Como abrir o coco

Ao abrir um coco, é fundamental não danificar a polpa. Sendo assim, opte por usar uma faca ou uma tesoura para ajudar no processo. Fure o coco em um dos orifícios localizados na parte superior e retire a água do coco.

Caso tenha uma tesoura, corte o excesso de fiapos do coco. Queime-o em fogo baixo. Deixe-o no fogo por dez minutos, aproximadamente, e/ou até ouvir um estalo. Termine de quebrar onde rachou com o auxílio de uma faca. Espere esfriar e, com o auxílio de uma faca de ponta, retire a polpa da casca. A polpa rende aproximadamente 250 gramas.

Com a polpa do coco seco, é possível preparar alguns lanches e até mesmo receitas voltadas para as pessoas que estão fazendo dieta.

Como tirar a palha do coco seco

Ao adquirirmos o coco seco ainda com casca, é possível que ele apresente uma espécie de palha à sua volta. Diante disso, visando a retirada deste, é necessário que os cocos sejam colocados em uma assadeira e levados ao forno pelo tempo mínimo de 15 minutos e/ou até que os cocos tenham se rachado ao meio. Então será possível remover a palha com facilidade.

Faz-se importante destacar que é preciso ter cuidado no processo de retirada do forno. Lembre-se que o coco ficará quente por alguns minutos. Caso seja urgente o processo de retirada, use um pano ou uma luva térmica para ajudar no processo. 

Nessa perspectiva, para abrir o coco ainda quente, utilize um pano de prato para segurar e para não queimar as mãos. Use uma colher para retirar a polpa da casca.

Como secar o coco verde

Caso o objetivo seja secar o coco em casa, o processo requer um pouco mais de trabalho e deverá ser feito com o coco ainda verde. Diante disso, alguns passos deverão ser seguidos, como:

  1. O forno deverá ser pré-aquecido na temperatura de 177°C.
  2. Para remover a água, perfure o coco usando uma broca de 1 centímetro.
  3. Coloque o coco na grade do forno.
  4. Remova o coco do forno e enrole em um tecido. Segure na ponta para manter a estabilidade e bata nele diversas vezes com um martelo a fim de quebrá-lo.
  5. Arranque a polpa do coco com uma faca resistente, que pode ter uma pele marrom fina presa. Remova a pele com um descascador de verdura, por exemplo.
  6. Reduza a temperatura do forno para 120°C.
  7. Use um processador de alimentos para partir o coco em pedaços. Feito isso, espalhe sobre uma assadeira. Deixe-o no forno de dez a quinze minutos.