pitaia fruta

Benefícios da Pitaia

A pitaya (nome científico Cereus undatus) é uma fruta que cresce em pequenas árvores e tem origem no México e na América Central. O cultivo comercial da fruta no Brasil é feito no estado de Santa Catarina, porém em baixa quantidade. Por isso, a pitaya não é facilmente encontrada no país.

Essa fruta exótica faz parte da família dos cactos e, por esse motivo, a árvore da pitaya se adapta bem a variadas regiões. Ela floresce apenas durante a noite, sendo por isso conhecida em alguns países como flor da noite.

pitaia fruta

A fruta pode ser encontrada em diversos tipos, sendo as variedades mais consumidas no mundo a pitaya rosa, vermelha e a pitaya amarela. Essas variedades da fruta são semelhantes ao cacto na aparência e têm um sabor que se assemelha ao do kiwi, porém mais adocicado. Também há quem considere o seu sabor mais semelhante ao do melão.

Como a pitaya tem uma casca grossa e espinhenta, ela é também chamada de fruta do dragão, pois os seus gomos se parecem com escamas. O interior da fruta é macio e suculento, onde são encontradas pequenas sementes pretas, que também são comestíveis. Essas sementes não prejudicam o sabor da fruta e não trazem nenhum prejuízo à saúde (na verdade, são benéficas para o organismo).

Entre os tipos da fruta estão a pitaya amarela, que tem a polpa de cor branca, a pitaya vermelha de polpa vermelha e a fruta rosa, que pode ter a polpa vermelha ou branca. A pitaya com polpa branca é encontrada com mais facilidade no Brasil.

Como se trata de uma fruta com sabor agradável e doce, seja qual for o tipo consumido, é muito usada para a fabricação de geleia, tortas e iogurtes, além de também ser comum para acompanhar saladas.

A pitaya  é uma fruta cujo preço fica em média R$15,00 o quilo, pode chegar a custar R$ 99, quando se trata da importada. Apesar de o preço ser mais elevado em comparação a outras frutas, o valor da pitaya compensa devido ao seu sabor diferenciado e benefícios que traz para a saúde.

Benefícios da pitaya

Todas as variedades da pitaya (ou pitaia) são muito saudáveis, com pouca alteração entre elas em relação às propriedades, sendo essa fruta considerada um alimento completo. Ela é rica em nutrientes, como as vitaminas C, B1, B2 e B3. Além disso, também contém minerais em abundância, entre eles está o cálcio, ferro e fósforo. Essa fruta tem alto poder antioxidante, antibiótica e antifúngica.

benefícios da pitaia

Enquanto a vitamina C ajuda a fortalecer o sistema imunológico, algumas das vitaminas do complexo B melhoram o fluxo sanguíneo. A respeito da pitaya, benefícios inúmeros são encontrados com o seu consumo, como é mostrado a seguir.

1.Ajuda a emagrecer

Para quem deseja emagrecer, o mais indicado é consumir a pitaya de cor vermelha, já que uma porção de 100% gramas da fruta contém apenas 50 calorias.  Além disso, ela é a única das variedades que contém propriedades antioxidantes, o que ajuda a impedir que as gorduras acabem se acumulando no organismo.

Outro motivo que contribui para a perda de peso é porque ela é rica em tiramina, um tipo de substância que mantém a saciedade por mais tempo, reduzindo o apetite.

2.Substitui o leite

Por ser rica em cálcio, a fruta é uma ótima alternativa para quem é vegano ou tem intolerância à lactose. Sua composição ainda leva fósforo e potássio, ajudando a manter a saúde dos dentes e ossos, além de prevenir a osteoporose. Além de consumir a fruta in natura, também é possível encontrar sorvetes, mousses e cremes feitos à base de pitaya.

3.Fortalece o sistema imunológico

Como já foi citado anteriormente, o consumo da pitaya ajuda a manter o sistema imunológico mais forte, aumentando as defesas naturais do organismo. Isso acontece devido à presença da vitamina C, que é ainda maior do que a quantidade encontrada na laranja e no limão.

Para se ter uma ideia, 100 gramas dessa fruta contêm aproximadamente 35% da quantidade diária de vitamina C indicada diariamente para o organismo.

4.Melhora a saúde dos cabelos

A pitaya ajuda a reduzir a queda de cabelo, pois ativa a circulação sanguínea na região do couro cabeludo. Dessa forma, também aumenta o crescimento capilar. O consumo regular da fruta mantém os cabelos mais sedosos e brilhantes. Uma maneira eficaz de usufruir desses benefícios é usar a polpa da pitaya para compor máscaras capilares e xampus.

5.Reduz o colesterol

As sementes encontradas na pitaya são ricas em ácido linoleico, que consiste em um tipo de laxante natural. Por esse motivo, o seu consumo diminui os níveis de colesterol. Por conter ácidos graxos, também faz com que a quantidade de triglicerídeos sejam reduzidas, favorecendo a saúde.

fruta pitaia

6.Protege a memória

Outro motivo para consumir a pitaya é porque ela ajuda a manter uma boa memória. Isso acontece por causa do ômega 6, um ácido graxo encontrado nas sementes da fruta. Esse composto mantém um bom ritmo cerebral, aumentando o crescimento das células e prevenindo o envelhecimento precoce e a perda da memória.

7.Evita a prisão de ventre

Considerada uma excelente opção para quem tem prisão de ventre, a pitaya ajuda a aumentar os movimentos intestinais. Abundante em fibras, ela é ótima para acabar com a diarreia, pois acaba estimulando a fabricação do bolo fecal, melhorando rapidamente o sintoma. A presença de oligossacarídeos ajuda também a regular o intestino.

8.Cuida da saúde do coração

Com a prevenção de níveis altos de colesterol, a pitaya ajuda a evitar doenças cardíacas. Suas propriedades reduzem o nível do LDL, o considerado colesterol ruim. As sementes ajudam a transformar o LDL e HDL, o colesterol bom, mantendo o equilíbrio entre eles no organismo.

9.Combate a diabetes

A pitaya, fruta que é rica em fibras, ajuda a manter sob controle a diabetes, pois estabiliza o nível de açúcar presente na corrente sanguínea, reduzindo os picos de glicose.

10.Ação antibacteriana e antifúngica

Com as propriedades antibacterianas e antifúngicas da pitaya, o corpo fica protegido de toxinas, pois aumenta a quantidade de glóbulos brancos. Os glóbulos brancos impedem que fungos ou bactérias entrem e se proliferem no organismo, provocando infecções. A cicatrização também é favorecida, acontecendo mais rápido por conta da renovação celular acelerada.

11.Mantém a pele mais bonita e saudável

Quem sofre com acne pode se beneficiar dos componentes presentes na fruta e, por essa razão, ela pode ser usada em forma de máscara. Para isso, basta amassar um pedaço da pitaya até que uma massa homogênea se forme, aplicando no rosto em seguida. Depois é só deixar alguns minutos e remover a pasta usando água.

Também é uma boa dica para as pessoas que apresentam queimaduras na pele, hidratando a região que foi afetada. A polpa deve ser misturada a mel e suco de pepino e aplicada no local onde ocorreu a queimadura solar.

pitaia

Pitaya como plantar

Mesmo se tratando de uma árvore-cactus, o pé de pitaya precisa de atenção ao ser plantada. Como se trata de uma planta mais delicada, o melhor a ser feito é comprar as mudas, o que também reduz o tempo de espera para consumir as frutas.

O ideal é que as pitayas mudas não recebam luz em excesso, mas também não tenham falta de luminosidade. Por esse motivo, o melhor é que ela seja plantada em um local aberto e que faça sombra durante a maior parte do tempo.

A colheita deve ser feita quando a fruta estiver madura, pois a planta pitaya é uma climatérica, o que significa que ela para de amadurecer quando é retirada da árvore.

A planta deve ser regada 1 ou 2 vezes por semana. Mas quando o clima está quente, deve ser regada por duas vezes semanalmente. Ao notar que a planta está grande demais para o vaso, é preciso replantá-la, transportando para o seu local definitivo.

A colheita deve ser feita de maneira delicada, levando em consideração a casca para identificar o amadurecimento da fruta. Ela deve ter a coloração com uma tonalidade vibrantes, seja vermelha ou rosa. O ideal é colher a fruta cerca de 4 dias após ela mudar de cor.

Pitaya como comer

A pitaya é uma fruta bem fácil de descascar, pois basta puxar a casca como a banana. A casca não é comestível, mas o resto pode ser consumido, o seja, tanto a polpa quanto as sementes. Além de ser consumida in natura, a fruta pode ser usada para o preparo de doces, sucos, doces e geleias.

A fruta deve ser mantida em local fresco e seco. Quando for aberta, porém, deve ser consumida logo, para que os nutrientes não sejam perdidos. A polpa ainda pode ser congelada por até 3 meses, quando pode então ser usada posteriormente para fazer sucos ou doces.

Como a fruta é rica em água, é ideal para o preparo de suco no calor. Outros alimentos podem ser incorporados ao suco, como hortelão, abacaxi ou gengibre, por exemplo, deixando o sabor ainda mais irresistível.

A pitaya vermelha é a mais usada para as receitas, pois além do sabor marcante, deixa uma cor viva e bela.